Pages

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

As Quatro Graças - Desafio Literário



"A amizade desenvolve a felicidade e reduz o sofrimento, duplicando a nossa alegria e dividindo a nossa dor."
Joseph Addison

Tema: Livre
Mês: Janeiro/2013
Título: As Quatro Graças
Autor: Patrícia Gaffney
Editora: Bertrand Brasil
Nº de Páginas:459


O livro “As Quatro Graças”, de Patrícia Gaffney, foi o segundo que li neste ano. Eu o escolhi para fazer a resenha do Desafio Literário, pois sua história me encantou e me fez associá-la às minhas queridas amigas.

O título do livro é referente ao nome do grupo formado por Emma, Lee, Isabel e Rudy. Quatro mulheres que costumam se reunir uma vez por semana para fazer o que as mulheres quando estão juntas fazem: rir, chorar, desabafar, comer, falar dos amores e desamores, ouvir... Mulheres as quais você consegue identificar em suas amigas e até em você mesma. Pessoas diferentes, mas que se respeitam e apoiam-se.
A história é narrada pelas quatro, de maneira leve, e à medida que vai lendo, cada personagem é desnudada em seu intimo. O leitor se envolve com cada uma, torcendo, brigando, rindo e chorando com elas. Ao longo do livro, acompanhamos as angústias, os problemas, as realizações e as transformações dessas almas gêmeas. 
Lutamos com Isabel contra o câncer, ficamos esperançosas com Lee pela tão desejada gravidez, buscamos a independência com Rudy e entendemos a impulsividade de Emma  acerca do que acredita.
Não é uma história de adolescentes, é uma história de mulheres maduras (ou não), que buscam, acima de qualquer coisa, a felicidade. E nada mais prazeroso do que buscá-la, rodeada por amigas fiéis, compartilhando uma taça de vinho.


Para quem gosta de histórias de amizades, como eu, vai se emocionar com muitas passagens do texto, vai descobrir, se ainda não sabe, que em uma amizade, as palavras mais importantes são RESPEITO e VERDADE. Irá descobrir que amizade não é você ser dono de alguém, é ser cúmplice, porém dar o espaço necessário do qual a pessoa precisa. 




5 comentários:

Flávia disse...

Que gracinha que ficou a resenha. Desse jeito dá até vontade de ler, mas confesso que não é meu estilo literário.
Beijos

Hannah disse...

Oi Lili, gostei muito da resenha, mas não é um livro q eu leria não. Falta sangue, hehehhehehe :))
O seu blog é muito fofinho :)
Não abandone ele não.

Bjs

Indira Hansen disse...

Gostei muito da resenha Lili! =)
É tão gostoso quando nos identificamos com as personagens de um livro!

Beijo!

Ingrid Joyce disse...

Oiee Seguindo seu blog super fofo
encontrei-o no skoob, espero retribuição
bjinhosss!
sonholiterario.blogspot.com

Augusto Borges disse...

Oi! Quer ler histórias inéditas?
Acesse http://eucontoestoria.blogspot.com.br/ Obrigado ;)
Todo autor precisa se divulgar...
Histórias sem leitores, não geram sonhos.