Pages

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Always and Forever ♥

"Amor não é amor que se altera quando encontra
alteração. Ou uma marca rígida, que aparece numa tempestade e nunca se abala. Amor
não se transforma de hora em hora, mas surge mesmo à beira da morte.”


Shakespeare



Eu sei que já falei de OTH aqui antes, mas eu não consigo não falar de One Tree Hill.

Como eu já enchi o povo no MSN falando tanto da série e tô vendo a hora de alguém me mandar calar a boca. oO Eu tive que vim escrever no blog, já que eu só tenho duas pessoas que assistem a série pra falar dela.

Mais uma vez, eu reassisti algumas temporadas da série. Não tenho culpa se só tem episódio novo uma vez por semana. O que eu vou fazer nos outros dias? Eu tenho que ver os episódios antigos. Óbvio!

Neste mesmo blog, eu falei quais eram os meus motivos pra assistir OTH, hoje eu vou falar quais são os meus motivos pra estar SEMPRE revendo OTH.

Na verdade, só há um motivo. Um casal em especial. E para explicar o porquê, usarei de início as palavras da Brooke.

"Eu olho a Haley e Nathan e de alguma forma eu me sinto segura...

Eu não posso explicar isso, mas eles me dão esperança.

E eu tenho medo de dizer em voz alta.

Por que talvez se a vida descobrir, vão tentar tirar isso deles.

E... Isso seria uma vergonha, pois todos precisamos de esperança às vezes.

Aquele sentimento de que tudo ficará bem, e que vai ter alguém que garantirá isso.

Aqui vai pra Haley e Nathan.

Para a esperança e ao amor que não se alterará.”

Essa é a razão de eu gostar tanto deste casal. Duas pessoas totalmente distintas, duas pessoas que aparentemente não tinham nada em comum construíram um amor tão lindo e verdadeiro. Eles se amam incondicionalmente! Já passaram por tantas atribulações, enfrentaram tantos obstáculos, mas mesmo assim seguem juntos. E mesmo a dúvida pairando algumas vezes, a confiança que um tem pelo outro é mais forte. É o alicerce.

Ontem, conversando com a Nanda, ela me disse que o amor deles era perfeito demais, que não existia isso. Eu acho que é por isso que me encanto tanto com Naley. É um amor raro de se encontrar.

Não diria que é um conto de fadas, pois se o fosse, eles não bateriam de frente com tantos conflitos. É simplesmente o amor... Na sua mais pura expressão...

Um aprendeu com o outro, eles compartilharam as alegrias, as lágrimas, mudaram... mas o amor não se alterou. Ele permaneceu vivo naqueles corações que entregaram um ao outro.

Ver Naley é, sem dúvida, sentir que ainda há esperança para o amor.

♪♫

"Sinta isto
Você pode sentir isto?
Meu coração batendo no meu peito?
Sinta isto
Pode você sentir isto?
Salvação sob a minha respiração.

Precisa ser este aqui
você não tem que fingir
você sabe que eu posso suportar isso
e se eu lhe dissesse que suas lágrimas não foram ignoradas?
E tudo que foi tomado, pode ser recuperado?
ser simplesmente certo
A alma e o espírito
O acorde e a letra
E se eu lhe dissesse que a inocência é sua?
E a beleza você agora tem agora é mais brilhante do
que antes?

♪♫






4 comentários:

Grupo Final Feliz disse...

O que eu vou fazer nos outros dias?


Que tal ver uma outra série? HUASHUAHSUAHSUAS
Viciada!!


Profundo o que tu disse ;;

Patota disse...

Eu vejo as outras séries, mas gosto mais de OTH =[

Marcella disse...

CALA A BOCA, SER! hahahaha
brincadeirinha ;;

'O que eu vou fazer nos outros dias?'

Vai ver Bones, você tá enrolando séculos para se att. hahaha


Eu adorei o post. Ao contrário do que certas pessoas pensam, eu não sou tão insensível. Acredito ou pelo menos tenho uma esperança de que o amor de concretize algum dia.

Se ver OTH te faz se sentir tão bem, continue a ver. Pelo menos é melhor tu falando de OTH do que de GA HAHAHAHAHA

Patota disse...

Essa Marciana é muito besta